"Servi ao Senhor com Alegria!" Esse é o desafio bíblico para você e para mim. Não apenas servir ao nosso Senhor, mas servi-lo com alegria. Porém algumas atitudes podem "bloquear" nossa alegria. Quero comentar sobre duas dessas atitudes para que possamos lidar com elas de maneira acertada:


* A tendência humana de pensar que a vida deve ser fácil e do jeito que nós queremos:
Ás vezes nós pensamos que "se Deus é por nós", então nós conseguiremos tudo o que queremos e do jeito que queremos. Nesse tipo de raciocínio, Deus é apenas um menino de recados, ou um entregador. Nessa lógica, se cumprirmos as condições do contrato, Deus fica sendo nosso devedor. Ele tem uma obrigação para conosco.

A isso se une a falsa ideia de que "quando eu estou feliz, então eu estou abençoado".
Isso contraria a verdade bíblica de que Deus se manifesta a nós, em especial, nos nossos sofrimentos.
Então quando, no nosso serviço, no nosso ministério, encontrarmos sofrimento, traição e falta de compreensão; quando as coisas não forem do jeito que gostaríamos, lembremo-nos das palavras do autor de Hebreus: "O Senhor é o meu auxílio, não temerei, que me poderá fazer o homem?"

* O segundo bloqueador da alegria é a falta de lazer e celebração:

Precisamos levar nosso ministério a sério, mas precisamos também levar nossa saúde física e mental a sério. E não existe saúde física e mental sem lazer e sem celebração.

Quando Esdras, o sacerdote, leu as escrituras para os Hebreus, eles perceberam seus pecados. Eles começaram a chorar e o choro estava quase que incontrolável. Então Esdras e Neemias disseram algo surpreendente ao povo: "Ide, comei carnes gordas, tomai bebidas doces e enviai porções aos que não tem nada preparado para si, porque esse dia é consagrado ao nosso Senhor, portanto, não vos entristeçais, porque a alegria do Senhor é a nossa força" (Neemias 8.10).

Mesmo Jesus, em João 15.11, depois de dizer que os discípulos precisavam ficar ligados à videira para produzir fruto, ele afirma: "tenho vos dito essas coisas para que minha alegria esteja em vós, e a vossa alegria seja completa". Nosso ministério é para ser realizado em alegria e descontração.

Continuemos correndo a nossa carreira. Continuemos exercendo o nosso ministério. Deus é conosco no meio e apesar das circunstâncias. Por isso nosso ministério pode ser exercido com esperança e alegria.

Bispo João Carlos